terça-feira, 12 de agosto de 2008

Sarau Urbano / 3ª edição mutuante com Dr La Podreción

Nesta terceira edição do Sarau Urbano, dentre poetas, músicos, escritores, contistas, artistas plásticos, jovens e crianças que estavam presentes se confraternizando ao fundo de acordes regados a vinho e poesia, eis que surge Doutor La Podreción. O proletário da pseudocura. Numa performance improvisada, elaborou consultas quiméricas em pressupostos enfermos que aguardavam por um atendimento onírico, nos arredores do coreto da Praça da Liberdade na cidade de Belo Horizonte. Após alguns anos afastado das ruas, Podrera reativa exclusivamente para o Sarau, seu personagem urbano - adormecido desde 2006 - para interferir no psicológico contexto desta cidade doentia.

"(...) a poesia anda doente / a culpa são dos poetas que não exercitam a mente / dou um possível diagnóstico / pode ser por falta de acrósticos / como contra-indicação / receito uma injeção gutural / bem no centro da veia oral / para que me traga uma poesia que não me dê azia / mas, se de todo não funcioná... / Cathaplasmazáss!"
Dr. La Podreción

*Foto: Cacciola

2 comentários:

Richard disse...

o doutor com suas caras e rompimrntos sociais basta ser para crer.abraços Richard

Sylvia Maria Marteleto disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.